Oficina com Carlos Simioni (SP)

Oficina com Carlos Simioni (SP)

24 julho 2013,   Categories: ,   By ,   0 Comments,  

1302533287989579

Estão abertas a partir desta quarta (24/07) as inscrições para a oficina “Voz e Ação Vocal”, que trará ao Recife o ator-pesquisador do LUME Carlos Simioni. Esta é a segunda oficina aberta dentro do projeto “A Voz e Movimento”, do Coletivo Lugar Comum. Os interessados precisam preencher a ficha de inscrição até a próxima quarta, dia 31 de julho. No dia 02 de agosto serão anunciados os selecionados para preencher as dez vagas disponíveis. A escolha dos participantes levará em consideração o currículo e carta de intenção. A ficha está disponível no site do Lugar Comum: http://coletivolugarcomum.com/oficinas/ e maiores informações sobre a oficina podem ser obtidas no email lugarcomumcoletivo@gmail.com. A oficina, que é gratuita, acontece de 05 a 09 de agosto, das 9h às 13h, no Teatro Apolo, na Rua do Apolo, Recife Antigo.

Durante o trabalho de cinco dias, em 20 horas, Carlos Simioni guiará cada participante num mergulho poético-corporal de descobertas para o desnudamento das possibilidades de dilatação do corpo pelo encontro com sua própria voz. No início serão desenvolvidas atividades para a estrutura física muscular da voz. Entende-se como estrutura corporal para a voz a ativação da musculatura, o controle dos impulsos oriundos do trabalho energético, a construção do corpo dilatado e sua presença cênica e a distribuição da energia para o espaço. A partir desta estrutura fixada, encontra-se a musculatura necessária para descobrir os ressonadores vocais, a vibração da voz, a voz e a dimensão física da voz dilatada de cada ator.

A pesquisa “A Voz do Movimento”, iniciada em janeiro de 2013, aborda a improvisação como ferramenta para aperfeiçoamento da expressividade do corpo-artista, propondo a integração entre movimento e produção vocal. Ao todo, durante um ano, serão realizadas várias atividades práticas e teóricas sobre a criação em dança a partir da improvisação e da exploração da expressão vocal aliada ao movimento. Além dos encontros semanais reunindo os integrantes do Lugar Comum, o projeto envolve os ensaios abertos e a realização de duas oficinas coletivas como espaços para troca de saberes entre profissionais de várias linguagens, abertas a participantes de outros grupos artísticos em atividade no estado de Pernambuco. A primeira aconteceu no primeiro semestre, com a musicista, pesquisadora e professora adjunta do Departamento de Artes Cênicas da Universidade Federal da Paraíba, Adriana Fernandes.

O acompanhamento permanente das atividades, através da produção de registros (textos, fotos, vídeos) pelos bailarinos-pesquisadores do Lugar Comum, pode ser feito pelo blog avozdomovimento.wordpress.com. Ao final da pesquisa, no final do ano, será apresentada uma criação artística assinada pelos integrantes do Coletivo, desenvolvida ao longo do processo com base no tema trabalhado.

A Voz do Movimento: da inquietude, do silêncio, da voz, do movimento, do corpo do agora, agora, momento e ato, som que dança, nasce a inspiração, criação, comunicação, troca, tudo se tocando, entrelaçado, artista e público, se existindo enquanto a arte da improvisação se desenha no inusitado espaço, permitindo outras percepções.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

BREVE CURRÍCULO – Carlos Simioni

Formado pela Escola de Teatro Guairá, em Curitiba (PR), onde nasceu, em 1985, em parceria com Luis Otávio Burnier e Denise Garcia, fundou o LUME, onde trabalha como ator-pesquisador desde então. É curador do ECUM – Encontro Mundial de Artes Cênicas (desde 2004) e coordenador do Lume – Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais da Unicamp. Sob orientação de Burnier, desenvolveu pesquisas nas áreas da antropologia teatral e cultura brasileira e trabalhou na elaboração, codificação e sistematização de técnicas corpóreas e vocais de representação para o ator. Desde 1989 é também ator do Grupo Internacional Ponte dos Ventos da Dinamarca, onde desenvolve treinamento de ator e montagem de espetáculos sob orientação de Iben Nagel Rasmussen, atriz do Odin Teatret. Com o Ponte dos Ventos atuou em “Vindenes Bro”, “Cancioneros del Viento” e “Lykken Vender Som Hurtigt Om”, os três dirigidos por Iben. Foi responsável, em parceria com o ator Ricardo Puccetti, pela iniciação e aperfeiçoamento de mais de 120 clowns; e tradutor, junto de Burnier e Puccetti, dos livros “Além das Ilhas Flutuantes” e “A Arte Secreta do Ator”, de Eugenio Barba. Ministrou cursos de preparação técnica do ator, voz e ação vocal, clown e demonstrações técnicas dos trabalhos do LUME em todo o Brasil e em mais 25 países É ator nos seguintes espetáculos do LUME: no solo “Kelbilim, o Cão da Divindade” (1988), com direção de Luís Otávio Burnier e direção musical de Denise Garcia; “Cravo, Lírio e Rosa” (1996), com direção sua e de Ricardo Puccetti; “Parada de Rua” (1998), sob direção de Kai Bredholt, do Odin Teatret; “Shi-Zen, 7 Cuias” (2004), dirigido por Tadashi Endo (Japão); e o segundo solo “Sopro” (2006), também dirigido por Tadashi Endo e direção musical de Denise Garcia. Também atuou no espetáculo de butô “Sleep and Reincarnation in the Empty Land”, com direção de Natsu Nakajima (Japão); no espetáculo de palhaço “Valef Formos”, dirigido por Luís Otávio Burnier em 1992; e em “Afastem-se Vacas que a Vida é Curta”, de Anzu Furukawa (Japão/Alemanha), em 1997. Foi assistente de direção do espetáculo “Você”, com Ana Cristina Colla, dirigido por Tadashi Endo.


Leave a Reply